Todos sabemos o que significa andar na linha: pressupõe uma vigilância positiva sobre alguém no sentido de não o deixar fazer disparates.O curioso é que esta frase está mais ligada a um ato do que a um conselho ou algo puramente moral. De facto esta frase está ligada à policia, concretamente à GNR - Brigada de Trânsito (BT a partir de agora). Antes do aparecimento dos alcoolimetros, que são um produto relativamente recente, como é que a BT fazia para testar se um condutor estava ou não alcoolizado? O primeiro teste que surgiu foi a obrigação do condutor fazer um quatro, mas este teste começou a não resultar porque os bebedos tornaram-se peritos em fazer o quatro. Quem não assistiu  a pessoas alcoolizadas a fazer o quatro sem vacilar? Aliás este exercício era considerado entre amigos como a prova derradeira de que estavam sóbrios. Algum iluminado descobriu um teste complementar ao quatro que era assim: A BT traçava uma linha no chão e o condutor tinha que seguir essa linha sem vacilar, se vacilasse e saisse do risco estava tramado, ou melhor bebedo. Este teste não vigorou muito durante muito tempo mas ficou a frase: Toma cuidado olha que tens de andar na linha.

Free visitor tracking, live stats, counter, conversions for Joomla, Wordpress, Drupal, Magento and Prestashop